A defesa do oeste colonial no contexto da segunda metade do século XVIII: o sul da Capitania de Matto Grosso

"Pensar na história da implantação das fortificações militares junto aos limites ocidentais no período colonial do Brasil é também pensar na expansão territorial luso-brasileira representada pelo dilatamento da distância entre o litoral e o interior da colônia, passando efetivamente pelo território da capitania de Mato Grosso. A fixação portuguesa no então vasto sertão fronteiriço, e espanhol se pensarmos o que foi acordado antes do início do século XVIII, dependeu fundamentalmente das pretensões que tiveram estes colonos frente aos objetivos metropolitanos e às indisposições que poderiam eles encontrar. Entendendo toda essa região interior do continente sul-americano como fronteira colonial oeste luso-brasileira, o objeto de estudo deste trabalho é a implantação das três fortificações militares no sul da então capitania de Mato Grosso, na segunda metade do século XVIII".

  • Article - Proceedings
  • Bruno Mendes Tulux
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • 2008
  • Caicó
  • Portuguese
  • In: ANAIS DO II ENCONTRO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA COLONIAL. Mneme – Revista de Humanidades. UFRN. Caicó (RN), v. 9. n. 24, Set/out. 2008. ISSN 1518-3394. 15 p.
  • Download

Contribution

Updated at 14/04/2015 by the tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Jefté).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > A defesa do oeste colonial no contexto da segunda metade do século XVIII: o sul da Capitania de Matto Grosso