Cartas dos campos de batalha do Paraguai

Edição brasileira de obra cuja primeira edição foi lançada em Londres, em 1870. Atraído pela guerra que estava sendo travada no Paraguai, o autor (então residente no Brasil) visitou Montevidéu e Buenos Aires. Apesar de não presenciar nenhum combate da Guerra da Tríplice Aliança percorreu os campos de batalha do teatro de operações, entrevistou generais e conversou com soldados aliados.

Além de prefácio assinado pelo autor, a obra se compõem de um longo ensaio introdutório e vinte e sete cartas-reportagens endereçadas a um destinatário anônimo "Z". A última carta contém a transcrição da Proclamação de Luque, feita pelo Conde D'Eu, e alguma correspondência firmada, entre outros, por Resquin e Solano López. Além das três ilustrações e um mapa que integraram a obra original, a presente edição vem enriquecida por uma rara coleção de fotografias do teatro de operações do Paraguai, tomadas por profissionais norte-americanos que haviam coberto a Guerra da Secessão nos Estados Unidos. Esta coleção por si só é um raro exemplar dos primórdios da arte fotográfica que pode ser encontrada hoje no acervo do Arquivo Histórico do Uruguai, em Montevidéu.

Considera o autor a campanha do Paraguai essencialmente uma guerra de trincheira que - após o Waterloo de Loma Valentina - terminou em luta de guerrilha.

Os pormenores históricos e as interpretações do autor no contexto dos acontecimentos tornam essa obra uma preciosa fonte primária de pesquisa para o entendimento sobre o maior conflito armado já travado na América do Sul.

  • Memories
  • Richard Francis Burton
  • Biblioteca do Exército
  • 1997
  • Rio de Janeiro
  • Portuguese
  • 410 p. : il., tradução e notas de José Lívio Dantas, ISBN: 85-7011-222-X, Coleção General Benício; vol. 321

Contribution

Updated at 28/09/2014 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Lauro).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Cartas dos campos de batalha do Paraguai