Dissolução da Companhia de Inválidos, Depósito da Instrução e supressão do comando das Fortalezas de Santana, Ponta Grossa e Araçatuba

O jornal A Regeneração, de 4 de maio de 1871, divulgou nota de protesto contra o Ministro da Guerra e,em especial, contra o presidente da Província de Santa Catarina, Joaquim Bandeira de Gouveia, por ter este, no dia anterior, dissolvido a Companhia de Inválidos e o Depósito de Instrução, e suprimido o comando do Forte de Santana, da Fortaleza de São José da Ponta Grossa e da Fortaleza da Barra do Sul (Araçatuba). O jornal comenta ainda que a Companhia de Inválidos existia na província há cerca de 30 anos e havia sido criado por decreto.

  • Printed Document
  • Jornal A Regeneração
  • 1871
  • Florianópolis
  • Portuguese
  • In: A Regeneração, nº 272, ano III, Desterro, 4 de maio de 1871, p. 2. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=709603&PagFis=966; acesso em 22/6/2016
  • Download

Contribution

Updated at 23/06/2016 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Daniela Marangoni Costa).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Dissolução da Companhia de Inválidos, Depósito da Instrução e supressão do comando das Fortalezas de Santana, Ponta Grossa e Araçatuba