Diversas providências referentes às fortificações catarinenses (1873)

O jornal O Despertador, datado de 29 de abril de 1873, publicou o relatório de expediente do Governo da Província de Santa Catarina, relativa ao mês de março daquele ano. No dia 19, o major encarregado do Depósito de Artigos Bélicos foi autorizado a comprar "um quartilho de azeite doce e um pau de tijolo inglês" para a limpeza do armamento existente naquele depósito. No dia seguinte é informado ao mesmo encarregado que será nomeada uma comissão para examinar a pólvora que se encontra na Fortaleza de Anhatomirim. Também é determinado ao mesmo que siga para Anhatomirim com o fim de embarcar o cartuchame que deveria seguir no primeiro transporte para a Corte (Rio de Janeiro).

Ainda no dia 20, é comunicado ao tenente-coronel comandante da Fortaleza de Anhatomirim que naquele dia seguiam diversos soldados da Companhia de Inválidos para serem empregados no Lazareto daquela fortaleza.

No dia 21, é determinado ao tenente comandante da Companhia de Inválidos que remova aquela companhia, com urgência, do Quartel do Campo do Manjo para a chácara da Boa Vista.

No dia 22, o major encarregado do Depósito de Artigos Bélicos foi autorizado a comprar para a Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim 12 côvados e meio de baetilha (tecido). Ainda no mesmo dia, foi ordenado ao tenente-coronel comandante de Anhatomirim que providenciasse para o 2º sargento almoxarife daquela fortificação, Bento José Ferreira Lima, fosse à cidade depor como testemunha em um processo civil.

  • Printed Document
  • Jornal O Despertador
  • 1873
  • Florianópolis
  • Portuguese
  • In: O Despertador, nº 1067, ano XI, Desterro, 29 de abril de 1873, p. 2. Disponível em: http://memoria.bn.br/docreader/709581/4115; acesso em 21/11/2017.
  • Download

Contribution

Updated at 28/03/2018 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Daniela Marangoni Costa).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Diversas providências referentes às fortificações catarinenses (1873)