Relatório do Ministro da Marinha, Luiz Antônio Pereira Franco, em maio de 1877

"Relatório apresentado à Assembleia Geral Legislativa, na primeira sessão da décima sexta legislatura, pelo Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Marinha, Luiz Antônio Pereira Franco."

A respeito das fortificações, o relatório menciona, na página 15, a Fortaleza de São Francisco Xavier da Ilha de Villegaignon (RJ), que aquartelava o Corpo de Imperiais Marinheiros. A página 31 informa que a fortaleza também era ocupada pela Escola Prática de Artilharia.

O Forte de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo (BA) é citado, na página 45, como tendo recebido a instalação de um farolete. As obras de construção de quartéis para o comandante e os oficiais do Corpo de Imperiais Marinheiros, além das escolas, enfermarias e oficinas da Fortaleza de São Francisco Xavier da Ilha de Villegaignon são mencionadas, na página 48, como concluídas.

Os fortes de Santa Maria e Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo (BA) são mencionados, na página 65 do arquivo PDF; o primeiro por ter recebido a instalação de um farolete, o segundo por ter tido o seu aparelho de luz substituído.

Em anexo, na página 122 do arquivo PDF, um mapa do pessoal existente nas oficinas da Diretoria das Obras Civis e Militares do Arsenal da Marinha menciona as fortificações de Nossa Senhora da Ilha da Boa Viagem e Villegaignon, além de fazer menção à Ilha das Cobras (RJ).

Em um relatório de sondagens e oscilação de marés, a página 189 do arquivo PDF menciona o Forte de Santo Antônio da Barra (MA). O mesmo forte é mencionado, nas páginas 194 e 195 do arquivo PDF, em trecho sobre a desobstrução do porto do Maranhão, e na página 406 do arquivo PDF, em um aviso sobre a construção de um dique na Província do Maranhão.

Os fortes de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo e Santa Maria (BA) são novamente mencionados, na página 248 do arquivo PDF, a respeito da substituição de um farolete no primeiro e do assentamento de um farolete no segundo; e ainda sobre o assunto, são citadas outra vez na página 412 do arquivo PDF.

Mais a frente, na página 253 do arquivo PDF, ainda sobre a instalação ou manutenção de faroletes e outras luzes, o Forte de Santa Maria é novamente mencionado, assim como o é o Forte de São Diogo (BA) e o farol de Santo Antônio [da Barra/BA]. A página 264 do arquivo PDF menciona ainda a substituição do aparelho de luz do já citado Forte de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo.

Um aviso, na página 389 do arquivo PDF, menciona a Ilha da Boa Viagem, que aquartelava a Companhia de Aprendizes Marinheiros, embora sua estrutura precária comprometesse o conforto da tropa, e por isso sugeria-se a remoção da Companhia. A página seguinte menciona sua fortaleza [Bateria de Nossa Senhora da Ilha da Boa Viagem/RJ], que de acordo com o relatório, deveria ser guarnecida por um destacamento do Batalhão Naval.

Em trecho sobre obras nas fortificações, o Forte de Santa Catarina do Cabedelo (PB) é brevemente mencionado na página 447 do arquivo PDF, enquanto o de Santa Bárbara da Praia da Vila (SC) é citado na página seguinte.

Em uma lista de próprios nacionais pertencentes ao Ministério da Marinha, a Ilha das Cobras é citada a partir da página 486 até a página 492 do arquivo PDF. A mesma página menciona a Fortaleza de São Francisco Xavier da Ilha de Villegaignon. O Forte da Boa Viagem [Bateria de Nossa Senhora da Ilha da Boa Viagem/RJ] é citado na página 493 do arquivo PDF. Mais a frente, a página 502 do arquivo PDF menciona o Forte do Mar [Forte de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo/BA], a Fortaleza do Morro de São Paulo e o Forte de Santo Antônio da Barra (BA). Por fim, a página 514 do arquivo PDF cita os fortes de São Francisco Xavier de Piratininga (ES) e Reis Magos (RN).

O relatório de junho de 1877 não menciona fortificações, contudo, pode ser acessado através do seguinte endereço: http://ddsnext.crl.edu/services/download/pdf/2389?from=000001&to=000070.

  • Printed Document
  • Luiz Antônio Pereira Franco
  • Typographia do Diário do Rio de Janeiro
  • 1877
  • Rio de Janeiro
  • Portuguese
  • Relatório do Ministério da Marinha, Rio de Janeiro, 1877, 515 p. Disponível em: http://bit.ly/2MgEvKJ e http://bit.ly/2IN8IyO. Acesso em: 16/10/2019.
  • Download

Contribution

Updated at 17/10/2019 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Nicole Kirchner da Silva).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Relatório do Ministro da Marinha, Luiz Antônio Pereira Franco, em maio de 1877