Relatório do Presidente da Província, Luiz Antonio da Silva Nunes, em fevereiro de 1877

"Relatório com que ao Illm. e Exm. Snr. Desembargador Henrique Pereira de Lucena passou a administração da província, em 5 de fevereiro de 1877, o Exm. Snr. conselheiro Luiz Antonio da Silva Nunes."

A respeito de fortificações, o relatório lista, na página 21, as fortificações e quartéis da província: Santa Maria, São Paulo da Gamboa, São Diogo, Santo Alberto [Lagartixa] e Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo, todas armadas e minimamente guarnecidas, estando o Forte de São Paulo da Gamboa guarnecido com um canhão de modelo Armstrong; Santo Antônio Além do Carmo, que instalava a Casa de Correção; Santo Antônio da Barra, o qual possuía o farol da barra; Nossa Senhora do Monte do Carmo [Barbalho] e São Pedro, que serviam de quartel à Companhia de Inválidos e ao 16º Batalhão; o Quartel da Palma, que aquartelava o 14º Batalhão até a transferência deste para o antigo Depósito da Pólvora.

A página 24, ao falar sobre o Arsenal da Marinha, menciona o Forte de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo, que havia recebido obras em sua ponte de embarque. Mais a frente, na página 74, outra obra é mencionada, desta vez a restauração da rua do Forte de São Pedro. A página 91 volta a mencionar o mesmo forte, que fazia parte do itinerário de comunicação de transportes urbanos da cidade.

Em anexo, na página 130 do arquivo PDF, fala-se sobre o Quartel da Palma, no qual espalhara-se uma epidemia [Beribéri] enquanto que o Forte de São Pedro, que aquartelava o 16º Batalhão, não havia sido afetado. A mesma página menciona a condição precária das latrinas do quartel da Palma e do Forte de São Pedro - que volta a ser citado mais a frente, na página 163 do arquivo PDF, com detalhes sobre as obras nele realizadas. O Quartel da Palma volta a ser mencionado na página 131 do arquivo PDF por aparecimento da epidemia Beribéri.

Entre os trabalhos executados pela Diretoria de Obras Militares da Bahia, mencionadas nas páginas 163, 164 e 165 do arquivo PDF, destacam-se as obras realizadas nos quartéis da Palma, do Forte de São Pedro, e da Cavalaria; nos fortes de Nossa Senhora de Monte Serrat, São Paulo da Gamboa, Nossa Senhora do Monte do Carmo [Barbalho], e São Lourenço na Ponta da Ilha de Itaparica; no quartel da Companhia de Operários Militares, instalado no Forte de São Joaquim de Jequitaia; na Fortaleza do Morro de São Paulo (BA).

  • Printed Document
  • Luiz Antonio da Silva Nunes
  • Typographia do Jornal da Bahia
  • 1877
  • Salvador
  • Portuguese
  • Relatório da Província da Bahia, Salvador, 1877, 172 p. Disponível em: http://ddsnext.crl.edu/services/download/pdf/3028?from=000001&to=000171. Acesso em: 29/01/2020.
  • Download

Contribution

Updated at 04/03/2020 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Nicole Kirchner da Silva).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Relatório do Presidente da Província, Luiz Antonio da Silva Nunes, em fevereiro de 1877