Forte do Tagarete

Vila Franca do Campo, Autonomous Region of Azores - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (10)

Images (10)

O “Forte do Tagarete”, também referido como "Forte da Areia", "Castelo da Areia" e Forte do Baixio”, localiza-se na Marina de Vila Franca do Campo, na freguesia de São Miguel, concelho de Vila Franca do Campo, costa Sul da ilha de São Miguel, na Região Autónoma dos Açores, em Portugal.

Tinha a função de defesa do cais do Tagarete. Cruzava fogos com o vizinho Forte dos Bueiros, a Nordeste.

História

No contexto da Guerra da Sucessão Espanhola (1701-1714) encontra-se referido pelo marechal Castelo Branco na relação Fortificações nos Açores existentes em 1710 como "O Forte do Tagarete” (Arquivo dos Açores, vol. IV, 1882, pp. 178-181).

CORDEIRO, em 1717, ao descrever a defesa da vila, referiu:

"(...) mas per si a Villa está fortificada da banda do mar, e com portas fechadas, e tem para o mar hum Forte com boa artelharia, mas não sei que tenha soldadesca paga, senão de ordenança, e a seus tempos, e sobre tudo o da milicia, o Capitão Donatário he o que governa em toda a ilha." (Historia Insulana, Livro V, cap. IV, p. 180)

No contexto da instalação da Capitania Geral dos Açores (1766), o seu estado foi assim reportado em 1767: "14.°— Forte do Baxio. Tem 10 canhoneiras e 6 peças, 5 de ferro incapazes e 1 de bronze boa; precisa 9." (JÚDICE, 1981:410)

Ao final do século XVIII, a Relação dos Castelos e mais Fortes da Ilha de S. Miguel do seu estado do da sua Artelharia, Palamentas, Muniçoens e do q.’ mais precizam, pelo Major engenheiro João Leite de Chaves e Melo Borba Gato, informou:

"Castelo do Baxio - No meio da V.a, p.a defença do Porto da mesma, chamado o Tagarete, q.' defende com tiros rectilinios, flanquea 2 praias lateraes, auxilia defença do boquete do Ilheo com tiros razantes a sua entrada; conserva-se em bom estado, tem 10 canhoneiras, e 3 peças, hua das q.es só montada: palamentas e munições nada." (BORBA GATO, 2000)

No início do século XIX encontra-se registado pelo "Major dos Reais Engenheiros" Francisco Borges da Silva ("D - Forte d'Arêa". In Planta / do Ilheo de Villa Franca do Campo / na / Ilha de S. Miguel / e da Costa Fronteira aonde estão situados / os 5 Fortes / que defendem a Villa e seo Ancoradoiro, 1817).

SOUSA (1995), em 1822, ao descrever o porto de Vila Franca do Campo referiu: "(...) A defesa do porto é de um castelo de 10 peças, e dum Regimento de Milícia Nacional, que toma o nome da vila. (...)." (Op. cit., p. 73)

O mapa da Força Militar material existente em S. Miguel em Outubro de 1825, que aponta quatro pontos fortificados com 51 bocas-de-fogo e respectiva palamenta na ilha, para este forte computa 3 peças de calibre 9 e 2 de 5 (ALBUQUERQUE, 1826:25).

A "Relação" do marechal de campo Júlio José Fernandes Basto, 1.º barão de Basto, comandante da 10.ª Divisão Militar (Açores), em 1862 refere-o como "Castelo d'Areia" e informa: "Tem os competentes alojamentos em sofrivel estado". Complementa que se encontra "Em sofrivel estado" e observa:

"Como obra defensiva pode desde já desprezar-se, por não preencher o fim a que é destinado. Os alojamentos do forte tem servido por diversas vezes de quartel dos destacamentos d'Inf.ª que tem ido em serviço a Villa Franca, e por este motivo poderia utilizar-se o entregando-se á respectiva Camara M.al para tratar da conservação dos alojamentos, como edificios uteis para o concelho." (Op. cit., p. 268)

Encontra-se assinalado como “Fort da Area” na carta "Villa Franca Road." (ROSSER, William Henry. North Atlantic Directory. The physical geography and meteorology of the North Atlantic (…). 1869. p. 413. Acervo: British Library, Londres)

Encontra-se relacionado por BAPTISTA DE LIMA (1982), que registou:

"Forte do Porto ou da Areia. Chegou a ser a melhor fortaleza de Vila Franca do Campo antes da conclusão do [cais do?] Tagarete. Decaiu com o tempo e hoje pouco nos resta da sua primitiva construção.

Mas, ao mesmo tempo relacionou e registou também:

Forte do Tagarete, situado na freguesia de Santo André, junto ao porto de Vila Francad Campo, sendo em importância a segunda fortaleza da Ilha. Foi cedido no corrente século à Câmara Municipal para reparar e utilizar. Tem sido mutilado, mas ainda está em estado de ser recuperado, se as entidades responsáveis lhe acudirem a tempo. E vale a pena não só por ser a segunda fortaleza da Ilha, mas porque possuímos plantas e alçados que permitem a sua completa reintegração.” (Op. cit.)

Com uma parte das muralhas aberta e o seu terrapleno utilizado como abrigo para embarcações de boca do porto de pesca (CYMBRON, 1991:533-534), a estrutura chegou aos nossos dias em relativo estado de conservação.

Em 2012 a Câmara Municipal de Vila Franca do Campo pretendeu recuperar o antigo forte, requalificando-o como "Centro de Interpretação do Ilhéu de Vila Franca do Campo". O projeto foi orçado em 2 milhões de euros, assinado pelo arquiteto Manuel Aires Mateus. Para financiá-lo, a Câmara pretendia candidatar-se a fundos comunitários do programa PROCONVERGÊNCIA, assim como buscava parcerias que garantissem a sua parte no financiamento (MELO, Ana Carvalho. "Forte acolhe futuro centro de interpretação do ilhéu". In Açoriano Oriental, 12 dez 2011, p. 3. Ver ainda: Recuperação do Forte do Tagarete (http://sia-arquitectura.tumblr.com/ ) in SIA arquitectura. Consultado em 14 jan 2012).

Características

Exemplar de arquitetura militar, abaluartado, marítimo.

De pequenas dimensões, apresenta planta pentagonal, em aparelho de pedra irregular, com 2 guaritas de planta circular pelo lado do mar. Em seus muros rasgavam-se, primitivamente, 10 canhoneiras.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Fortificação - Ilha de São Miguel
Página do Instituto Histórico da Ilha Terceira (IHIT) com a bibliografia publicada no Boletim daquela instituição sobre as fortificações da ilha de São Miguel.

http://www.ihit.pt/new/fortes/saomiguel.php

 Print the Related links

Contribution

Updated at 19/03/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (10).


  • Forte do Tagarete

  • Forte da Areia, Castelo da Areia, Forte do Baixio

  • Fort





  • Portugal


  • Semiconserved Ruins

  • Monument with no legal protection





  • Without defined use

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Autonomous Region of Azores
    City: Vila Franca do Campo

    Rua da Marina
    9680-000 Vila Franca do Campo, Ilha de São Miguel, Açores


  • Lat: 37 -43' 9''N | Lon: 25 25' 51''W




  • 1767: 6 peças de artilharia antecarga, de alma lisa, 1 de bronze, boa, e 5 de ferro, incapazes.
    Séc. XVIII (final): 3 peças de artilharia antecarga, de alma lisa, das quais apenas 1 montada.






Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte do Tagarete