Forte do Bom Jesus

Horta, Autonomous Region of Azores - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (7)

Images (7)

O "Forte do Bom Jesus", também referido como "Castelo do Bom Jesus", "Fortim do Bom Jesus", "Castelo Novo" e "Forte Novo", localizava-se na freguesia da Matriz, cidade e concelho da Horta, ilha do Faial, na Região Autónoma dos Açores.

Situado no prolongamento da Muralha da Horta, a algumas dezenas de metros ao sul da foz da ribeira da Conceição, tinha a função de defesa da baía da Horta contra os ataques de piratas e corsários, outrora frequentes nesta região do oceano Atlântico.

História

No contexto da Dinastia Filipina (1580-1640), o desembargador Manuel Correia Borba, quando esteve em correição na Horta em julho de 1621, considerou que esta baía estava muito aberta e sem nenhuma defesa fixa, pelo que, com o parecer dos oficiais da Câmara Municipal, "mandou se fizesse um baluarte de terra e canas" (faxina) no montículo de João Silveira, para daí assim se defender com algumas peças de artilharia. Tendo esse baluarte se constituído no embrião do chamado Forte da Alagoa, que lhe era vizinho, acredita-se que o Forte do Bom Jesus tenha sido principiado na mesma época.

No contexto da Guerra da Sucessão Espanhola (1701-1714) encontra-se referido pelo marechal Castelo Branco na relação "Fortificações nos Açores existentes em 1710" como "O Fortim do Bom Jesus." (Arquivo dos Açores, vol. IV, 1882, p. 179)

No contexto da Guerra da Restauração da Independência (1640-1668), por Provisão de 30 de abril de 1642 o capitão general António Saldanha, enviado naquele ano aos Açores por João IV de Portugal (1640-1656), restabeleceu o imposto de 2% sobre as mercadorias exportadas para fazer face às necessidades de armamento e, em particular, para conservação e reparação das fortificações da ilha.

Posteriormente reedificado, em 1822 SOUSA (1995) referiu: "(...) A sua defesa marítima é (...) e o [forte] Novo [artilhado] de 12 [peças]; guarnecidos pelo 3.º Batalhão de Linha dos Açores, e pelo Regimento de Milícia Nacional que toma o nome da cidade." (Op. cit., p. 117)

Em 1858 o forte passou a abrigar a cadeia da Comarca. Em 1861 foi descrito como tendo alguma artilharia e estando a necessitar de reparos.

A "Relação" do marechal de campo Júlio José Fernandes Basto, 1.º barão de Basto, comandante da 10.ª Divisão Militar (Açores), em 1862 localiza-o na freguesia da Conceição, informando: "Está algum tanto arruinado; já se procedeo ao orçamento respectivo para a sua reparação". E observa, com relação às estruturas da ilha: "Devem ser conservados, por que defendem o porto da cidade da Horta, dando-lhe a conveniente importancia, mas seria util fazer-lhes as reparações de que carecem, e artilha-los convenientemente; pois quazi toda a artilharia e reparos se achão incapazes de serviço." (BASTO, 1997:274)

Ao espaço entre este forte e a ribeira da Conceição foi dado o nome de Campo de Marte, decisão aprovada pela Câmara Municipal em julho de 1867. Na mesma data, o antigo Calço da Alagoa, na outra margem da ribeira, foi batizado de Largo das Nereidas, sendo ambos os lados unidos por uma ponte de madeira – a Ponte da Concórdia.

Quando das obras de construção do molhe da doca da Horta (1876), a alteração causada nas correntes marítimas causou o solapamento dos alicerces deste antigo forte, levando ao desmantelamento de seus muros. Os danos causados pelo violento temporal de 1893 marcaram a etapa final de sua destruição. Mesmo após o seu desaparecimento, durante algumas décadas subsistiram os restos do seu Portão de Armas. Demolido na década de 1940, em seu lugar ergue-se o atual Palácio da Justiça.

Encontra-se relacionado por BAPTISTA DE LIMA (1982).

 

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Fortificação - Ilha do Faial
Página do Instituto Histórico da Ilha Terceira (IHIT) com a bibliografia publicada no Boletim daquela instituição sobre as fortificações da ilha do Faial.

http://www.ihit.pt/new/fortes/faial.php

 Print the Related links

Contribution

Updated at 30/06/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (7).


  • Forte do Bom Jesus

  • Castelo do Bom Jesus, Fortim do Bom Jesus, Castelo Novo, Forte Novo

  • Fort





  • Portugal


  • Missing

  • Monument with no legal protection





  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Autonomous Region of Azores
    City: Horta



  • Lat: 38 -33' 30''N | Lon: 28 37' 19''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte do Bom Jesus