Forte de Santa Cruz

São Sebastião, São Paulo - Brasil

Búsqueda de Imágenes de fortificación

Fecha 1 Fecha 2

Medias (1)

Imágenes (1)

O Forte de Santa Cruz localizava-se no Pontal da Cruz, no atual município de São Sebastião, no litoral norte do Estado de São Paulo.

Uma carta de Manuel Lopes da Ressurreição ao governador Luís Antônio de Sousa Botelho Mourão, datada de 13 de março de 1766, já mencionava a intenção de fortificar o canal de São Sebastião com quatro fortificações (ver abaixo "Bibliografias Relacionadas"). No entanto, Souza e Mori afirmam que este forte teria sido erguido somente em 1820, em terra firme, pelo governador militar da Província de São Paulo, Major Maximiliano Augusto Penedo (o grafam como "Penido"), cruzando fogos com o Forte do Rabo Azêdo e com o Forte da Vila Bela da Princesa, ambos localizados na fronteira ilha de São Sebastião, atual município de Ilhabela.

Segundo Victor Hugo Mori, foi construído de faxina (madeira e terra), possuindo planta no formato de um reduto semi-circular, sendo armado com três canhões, sendo dois de calibre 12 e uma peça de calibre 24 (MORI, 2003: 219). Já Augusto Fausto de Souza chama essa fortificação de "Forte da Cruz" e informa que possuía dois canhões, encontrando-se arruinado já em 1881 (SOUZA, 1885:118-119).

Segundo Antônio Paulino de Almeida, já em 5 de outubro de 1819 estavam "prontos os cinco fortes mandados construir para a defesa de São Sebastião e Vila Bela", conforme informou o capitão Francisco Pedro Arbués Moreira ao Governador da Capitania de São Paulo, capitão-general João Carlos Augusto Oeynhausen (ALMEIDA, 1959: 191-192).

O mesmo autor também informa que o Forte de Santa Cruz, por volta de 1827, teria sido guarnecido por um destacamento de artilharia de primeira linha do Exército da Corte formado por 7 homens (ALMEIDA, 1959: 197).

O "Ensaio d’um quadro estatístico da Província de São Paulo", do Marechal Daniel Pedro Müller (1785-1841), elaborado em 1837, e publicado no ano seguinte, publica um "Mapa das Guarnições que competem aos pontos fortificados desta Província", onde consta que a defesa de São Sebastião naquela data (1837) era feita pelos fortes de Sepitiba, Rabo Azedo, F. da Cruz, Vila Bela, Araçá e Feiticeira (Apud CAMARGO, 2002: 167-168).



 

  • Forte de Santa Cruz

  • Forte da Cruz; Forte do Pontal da Cruz; Bateria da Cruz; Bateria de Santa Cruz

  • Fuerte

  • Entre 1766 y 1820 (DC)

  • Entre 1766 y 1820 (DC)


  • Maximiliano Augusto Penedo

  • Portugal


  • Desaparecida
    Souza (1885:118) considera-o arruinado, à época (1881).






  • Desaparecida

  • ,00 m2

  • Continente : Sudamérica
    País : Brasil
    Estado/Província: São Paulo
    Ciudad: São Sebastião

    Localizava-se no pontal da Cruz, município de São Sebastião, no litoral norte do Estado de São Paulo.


  • Lat: 23 46' 56''S | Lon: 45 23' 54''W




  • Segundo Souza teria sido armado com 2 canhões (SOUZA, 1885:119). Victor Hugo Mori informa que era armado com duas peças de calibre 12 e uma peça de calibre 24 (MORI, 2003: 219).

  • Segundo Victor Hugo Mori, foi construído de faxina (madeira e terra), possuindo planta no formato de um reduto semi-circular (MORI, 2003: 219).





Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Fortificación > Forte de Santa Cruz