Forte Marechal Luz

São Francisco do Sul, Santa Catarina - Brasil

Búsqueda de Imágenes de fortificación

Fecha 1 Fecha 2

Medias (12)

Imágenes (12)

O Forte Marechal Luz está localizado na ponta e morro de João Dias (Morro do Forte), na barra norte da Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul, no litoral norte do Estado de Santa Catarina.

Erguido, segundo alguns autores, sobre o local da antiga Bateria de São Francisco, construída no século XVIII pelos portugueses ali estabelecidos, então desguarnecida e desartilhada. O Forte Marechal Luz foi inaugurado em 21/dez/1915 (Nota Ministerial nr. 1.731 de 24/dez/1915) (BARRETTO, 1958: 279), embora a idéia de sua construção já existisse desde 1822, incitada pela Câmara Municipal de São Francisco do Sul, que pedia a criação de uma “Companhia de Artilharia”, para fortificar os morros de João Dias, Sumidouro, Ponta da Cruz, Hospício e demais pontos “ameaçados pelos castelhanos”. Entretanto, somente em 1909 as terras necessárias à sua construção foram adquiridas pelo Governo Federal, iniciando-se nesse ano a sua construção.

Para a posição da bateria de canhões foi escolhido o Morro de João Dias, onde, desde 1855, havia um farol de orientação.

Das razões para sua criação, destaca-se a importância adquirida pelo porto de São Francisco do Sul àquela época (exportação de madeira e erva-mate) e sua interligação via férrea com a Estrada de Ferro São Paulo – Rio Grande. Além do mais, esta posição eliminava a lacuna existente na defesa costeira entre o Paraná e Santa Catarina, pois entre a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, na Ilha do Mel, em Paranaguá, e o Forte Marechal Moura, em Florianópolis, nada mais havia para defender esse litoral.

Em 20 de maio de 1913 foi organizada e instalada no Forte a 5ª bateria Independente.Foi designado seu patrono o catarinense Marechal Francisco Carlos da Luz (1830 – 1906), militar, intelectual e político.

No topo do Morro de João Dias (Morro do Forte), 100 metros acima do nível do mar, encontram-se quatro canhões Armstrong, sendo dois de 120 mm, nos extremos da bateria, e dois de 152 mm, no centro, que eram destinados à defesa daquele ancoradouro no contexto da 1ª Guerra Mundial (1914-18).

A partir de 1917, várias Baterias passaram pelo forte, até que, em outubro de 1946, foi extinta a última Subunidade a ocupar o “Quartel de Guerra” do morro de João Dias: a 6ª Bateria de Artilharia de Costa.

A partir de setembro de 1947 o Forte passou a ser ocupado por Subunidades de artilharia de Costa Motorizada, dotadas de canhões móveis Vickers Armstrong 152.4mm, com performance balística mais avançada que os velhos canhões fixos. Os primeiros tiros reais com esses canhões foram realizados em 31 de agosto de 1948. Em 25 de outubro de 1972, foi executado o último exercício de tiro real no Forte.

Em 1973 uma nova concepção de Estado-Maior do Exército sobre a defesa do litoral, fez com que fosse desativada a Artilharia da Costa. Em 1977, suas instalações passaram, então, para a responsabilidade direta do comando da 5ª Região Militar – 5ª Divisão do Exército, sediada em Curitiba.

Das instalações originais encontramos, atualmente, a Bateria de Canhões, a Câmara de Tiro, o Posto de Observação, o poço e vestígios da localização do Paiol e do Corpo da Guarda.

O Forte Marechal Luz dista cerca de 15 Km do centro histórico de São Francisco do Sul, cidade Patrimônio Nacional, e que se constitui num dos pontos de mais rara e expressiva beleza do litoral norte catarinense. Atualmente a bateria do morro é palco de cerimônia de troca da Bandeira Nacional, todos os sábados às 08h00, efetuada pela guarnição de serviço em uniformes de época, efetuando-se o disparo de uma salva de canhão.

Nesta Bateria funciona ainda um museu sobre a história do forte, inaugurado em 29 de outubro de 1999. A visita às instalações do forte e do museu deve ser marcada com antecedência, com o Departamento de Comunicação Social da unidade.

(Fontes adicionais de consulta: Folder do Forte Marechal Luz).



 Personajes relacionados


 Imprima Personajes relacionados

Bibliografías relacionadas 


 Imprima Bibliografías relacionadas



Links relacionados 

Forte Marechal Luz
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte Marechal Luz que localiza-se na ponta de João Dias (morro do Forte), na barra norte de acesso a São Francisco do Sul, no litoral norte do Estado de Santa Catarina, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_Marechal_Luz
Forte Marechal Luz
Website da Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx), trazendo informações acerca do Forte Marechal Luz, que se localiza na ponta e morro de João Dias (Morro do Forte), na barra norte da Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul, no litoral norte do Estado de Santa Catarina.

http://www.dac.ensino.eb.br/pag_5rm_forteMarechalLuz.htm

 Imprima Links relacionados


  • Forte Marechal Luz


  • Fuerte

  • 1909 (DC)

  • 1915 (DC)



  • Brasil


  • Recuperada y más o menos conservada

  • Monumento Sin Protección Legal

  • União Federal (Brasil)

  • Exército Brasileiro

  • (047) 34422131 e 34423227


  • Museo histórico militar
    O forte abriga um museu histórico militar, inaugurado em 29 de outubro de 1999. No local, funciona também uma instalação de hospedagem e colônia de férias para os militares do Exército Brasileiro.

  • ,00 m2

  • Continente : Sudamérica
    País : Brasil
    Estado/Província: Santa Catarina
    Ciudad: São Francisco do Sul

    Dista cerca de 15 Km do Centro Histórico da cidade de São Francisco do Sul, na ponta de João Dias (Morro do Forte), na barra norte de acesso a cidade, no litoral norte do Estado de Santa Catarina.


  • Lat: 26 9' 59''S | Lon: 48 31' 46''W


  • O forte está localizado na entrada da Baía da Babitonga, cerca de 15 Km do Centro Histórico da cidade de São Francisco do Sul, que é Patrimônio Histórico Nacional.

  • A visita às instalações do forte deve ser marcada com antecedência, com o Departamento de Comunicação Social da unidade.
    Horário de funcionamento: de 3ª a domingo das 10h00 às 17h00.


  • Em seu topo, encontra-se uma Bateria de Artilharia de Costa, composta por quatro canhões Armstrong, sendo dois de 120 mm e dois de 152 mm, destinados à defesa daquele ancoradouro no contexto da 1ª Guerra Mundial (1914-18).

  • Alvenaria mista de pedra e tijolos.

  • As instalações do forte foram restauradas na década de 1990, com a adaptação de uma de suas construções para funcionar como um museu sobre a história do forte, o qual foi inaugurado em 29 de outubro de 1999.




Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Fortificación > Forte Marechal Luz