Forte da Ponta do Anel

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro - Brazil

O "Forte da Ponta do Anel" localizava-se na ponta do Anel, fronteiro à ilha de Cotunduba, no atual bairro do Leme, na cidade e estado do Rio de Janeiro, no Brasil.

História

De acordo com SOUZA (1885), o Vice-rei D. Luís de Almeida Portugal (1769-1779), fez levantar várias fortificações para a defesa ao sul da barra da baía de Guanabara, reforçadas à época da Independência do Brasil (1822). Na praia de Copacabana o autor relaciona os seguintes pontos: o desfiladeiro do Leme, o forte abaixo deste desfiladeiro, a ponta da Vigia, e a ponta do Anel. Todos estes pontos teriam sido desarmados e desguarnecidos durante o Período Regencial (op. cit., p. 112), através do Decreto de 24 de Dezembro de1831.

No contexto da Questão Christie (1862-1865), o mesmo autor informa que, em 1863, foram projetadas e tiveram início, duas obras nos lados da ponta do Anel:

• uma com o nome "Guanabara" (Forte Guanabara), fronteira à ilha de Cotunduba, onde existiam vestígios de antigas trincheiras, destinada a cruzar fogos com a Fortaleza de Santa Cruz da Barra; e

• outra no lugar da antiga Vigia ou Espia (Forte da Ponta da Vigia), para varrer com a sua artilharia a "extensa praia" (atuais praia do Leme e de Copacabana).

A fortificação do Leme, efetivamente, encontra-se relacionada entre as defesas do setor sul ("Fortificações de Copacabana") no "Mapa das Fortificações e Fortins do Município Neutro e Província do Rio de Janeiro" de 1863, no Arquivo Nacional (CASADEI, 1994/1995:70-71).

Ambas as obras haviam sido suspensas, defendendo o autor, à época (1885), a sua conservação, retomada e conclusão (op. cit. p. 112).

Parece correto considerar que o chamado Forte do Anel fosse parte integrante das obras de defesa do Forte da Vigia (vedando-lhe o acesso marítimo pela retaguarda), reforçadas no contexto da Questão Christie, e abandonadas logo após por restrições orçamentárias. No local, atualmente de difícil acesso pela encosta do Forte do Leme, restam apenas vestígios de antigas fundações, que carecem de pesquisa arqueológica e documental.

Bibliografia

CASADEI, Thalita de Oliveira. "Paraty e a Questão Christie - 1863". RIHGRJ. Rio de Janeiro: 1994/1995. p. 68-71.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 

Fortificações do Brasil: Resumo Histórico
Anníbal Barretto

Book
1958
 
Relatório do Ministro da Guerra, João Paulo dos Santos Barreto, em 1846
João Paulo dos Santos Barreto

Printed Document
1846
 
Relatório do Ministro da Guerra, José Egídio Gordilho de Barbuda Filho, Visconde de Camamú, em 1865
José Egídio Gordilho de Barbuda Filho

Printed Document
1865
 
Relatório do Ministro da Guerra, Manoel Felizardo de Souza e Mello, em 1848

Printed Document
1848
 
Relatório do Ministro da Guerra, João Paulo dos Santos Barreto, em 1847
João Paulo dos Santos Barreto

Printed Document
1847
 
Relatório do Ministro da Guerra, Manuel José Vieira Tosta, Barão de Muritiba, em 1870
Manuel José Vieira Tosta (Muritiba)

Printed Document
1870
 
Relatório do Ministro da Guerra, José Marianno de Mattos, em 1864
José Marianno de Mattos

Printed Document
1864
 
Relatório do Ministro da Guerra, Sebastião do Rego Barros, em 1838
Sebastião do Rego Barros

Printed Document
1838
 
Muralhas de pedra, canhões de bronze, homens de ferro: fortificações do Brasil de 1504 a 2006 - Tomo I
Adler Homero Fonseca de Castro

Book
2009
 
Fortalezas Multimídia
Roberto Tonera

Cd-Rom
2001
 
Fortificações do Brasil
Carlos Miguez Garrido

Book
1940
 
Fortificações no Brasil
Augusto Fausto de Souza

Article
1885
 
Relatório do Ministro da Guerra, João Lustoza da Cunha Paranaguá, em 1867
João Lustoza da Cunha Paranaguá

Printed Document
1867
 
Relatório do Ministro da Guerra, João Nepomuceno de Medeiros Mallet, em maio de 1899
João Nepomuceno de Medeiros Mallet

Printed Document
1899
 
Inovação Institucional e Patrimônio Cultural de Origem Militar no Brasil
Flávia Ferreira de Mattos

Thesis
2018
 

 Print the Related bibliography

Contribution

Updated at 18/07/2013 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Forte da Ponta do Anel

  • Forte do Anel

  • Fort

  • 1769 (AC)



  • Luís de Almeida Portugal Soares de Alarcão d'Eça e Melo Silva Mascarenhas (2º Marquês de Lavradio)

  • Portugal


  • Missing

  • Monument with no legal protection





  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Rio de Janeiro
    City: Rio de Janeiro



  • Lat: 22 57' 36''S | Lon: 43 9' 37''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte da Ponta do Anel