Fortaleza de Santa Teresa

Chuy, Rocha - Uruguai

Pesquisa de Imagens da fortificação

Data 1 Data 2

Mídias (45)

Imagens (45)

A Fortaleza de Santa Teresa está localizada no departamento de Rocha, distante aproximadamente 300 Km de Montevidéu, no Uruguai, a pouco mais de 50 Km da divisa com o sul do Brasil.

A fortificação, embora em terras do domínio espanhol, teve origem portuguesa. Após 12 dias de marcha, por terra, do Rio Pardo ao Chuí, um contingente do legendário Regimento dos Dragões do Rio Pardo, sob comando do Coronel Thomaz Luiz Osório, atingiu os domínios da Espanha em 10 de setembro de 1762. Havia na tropa 400 homens e 10 canhões pequenos. No dia 10 de outubro de 1762, o Coronel Osório, ao saber que o General espanhol Pedro Cevallos havia cercado a Colônia de Sacramento, dá início à construção de uma fortaleza no local conhecido como Castilhos. Batizou-a com o nome de Santa Teresa, no dia 15 de outubro, data em que se comemora a festa dessa padroeira (BENTO, 1996: 22). Em 19 de abril de 1763, a ofensiva do General espanhol tomou posse do baluarte lusitano. Santa Teresa é reedificada por Cevallos como uma fortificação de grande envergadura, com a forma de um pentágono irregular de 642 metros de perímetro, possuindo cinco baluartes, e sendo erguida em pedra lavrada a partir dos projetos do engenheiro Francisco Rodriguez Cardozo e, em seguida, do engenheiro Juan Bartolomé Howel, verdadeiro criador da Fortaleza atual, concluída em 1776.

A Fortaleza de Santa Teresa era um dos pontos que demarcava as duas vias de penetração espanhola: pelo litoral e pela campanha (interior). A via do litoral era demarcada pelo eixo atual: Montevidéu – Maldonado – Forte de Santa Teresa – Arroio Chuí – Taím – Rio Grande – São José do Norte – Estreito – Porto Alegre. Esta via foi usada, efetivamente, pelo General Cevallos para invadir o Rio Grande em 1763, e alcançou até São José do Norte.

A via de campanha (pelo interior) era demarcada pelo eixo atual: Montevidéu – Santa Teresa – Mello (antigo Forte Cerro Largo, em 1801) – Ageguá – Bagé – Torquato – Severo – Lavras do Sul – Caçapava do Sul – Encruzilhada do Sul – Rio Pardo. A construção da fortaleza, numa estreita faixa de terra entre o pântano e o mar, tinha por objetivo assegurar o avanço espanhol ao longo destas duas vias (BENTO, 1996: 334).

A Fortaleza de Santa Teresa recebeu um acabamento mais acurado devido à existência no local de pedras de granito. Devido as suas dimensões e localização, é considerada mais importante que o Forte de São Miguel, também no Chuy, porém localizado mais próximo da divisa com o Brasil.

Santa Teresa apresenta planta em forma de um pentágono quase regular (as condições topográficas provavelmente foram a causa do emprego de uma geometria imperfeita), com baluartes nos vértices. Sólidas plataformas construídas internamente ao longo das muralhas serviam tanto para plano de manobras dos canhões, como para proteção a um amplo pátio interno. Para o deslocamento das peças de artilharia, os diversos planos eram ligados por rampas. Na periferia do pátio, e por trás da muralha interna, estavam convenientemente distribuídas as várias construções, necessárias ao funcionamento da fortificação: a Casa do Comandante, a Capela e Quartel dos Oficiais, a Casa da Pólvora, o Alojamento dos Soldados, a Cozinha, o Depósito de Mantimentos e as diversas oficinas. Entre os edifícios e a muralha haviam espaços reservados à guarda dos cavalos. Ainda não foi descoberto onde estava localizado o poço de água, indispensável ao abastecimento, em especial no caso da fortaleza estar sitiada.

A Fortaleza retorna a mãos portuguesas a partir de 1811. Permanece até 1828 sob o domínio agora brasileiro (a partir da independência do Brasil, em 1822), quando é retomada pelas forças de emancipação uruguaia.

Com a perda de sua importância militar permanece praticamente abandonada até 1895, quando foi convertida em um presídio. O processo de restauração definitiva da fortaleza, bem como do parque ambiental que a envolve, toma impulso em 1927, a cargo da Comissão Restauradora, formada pelos arquitetos Baldomir e Capurro, e pelo historiador Horácio Arredondo.

A Fortaleza de Santa Teresa, hoje restaurada e bem conservada, abriga um museu sobre a história da própria fortaleza e sobre o funcionamento de sua força militar no século XVIII. Localizada entre os povoados de pescadores "Punta del Diablo" e o Balneário "La Coronilla", no Departamento de Rocha, Rota 9, Km 303, integra o Parque Nacional Santa Teresa e pode ser visitada durante todos os dias, no verão, das 10:00 às 19:00h. No inverno, é necessário confirmar horário.



 Personagens relacionados


 Imprimir Personagens relacionados

Bibliografias relacionadas 

El Fuerte de Santa Teresa
Horacio Arredondo

Livro
1965
 
San Fernando de Maldonado
Fernando Capurro

Livro
1947
 
Fortificações do Brasil
Carlos Miguez Garrido

Livro
1940
 
La organizacion defensiva de las fronteras coloniales: de lo que habría de ser en el tiempo el Estado Oriental del Uruguay
Alfredo R. Campos

Separata
1959
 
O Exército na História do Brasil

Livro
1998
 
A guerra da restauração do Rio Grande do Sul, 1774-1776
Cláudio Moreira Bento

Livro
1996
 
Museos Militares
Estado Maior do Exército (Uruguai)

Folder
2006
 
Museos Militares
Estado Maior do Exército (Uruguai)

Catálogo
2003
 
Mémories Rélatifs à l´ Expédition an Rio Grande....
João Henrique Böhn

Artigo
1979
 
Fortificaciones Coloniales de Montevideo
Guillermo Campos Theverin

Capítulo
1989
 
Vida y obra de los ingenieros militares españoles que actuaron en la Banda Oriental
Rolando A. Laguarda Trías

Capítulo
1989
 
Notas Sobre o Rio Grande do Sul
José Ignacio de Abreu e Lima

Artigo
1946
 
Las campañas de Cevallos: defensa del Atlántico Sur. 1762-1777
Juan Carlos Luzuriaga

Livro
2008
 
Un siglo de confrontaciones por la Colonia Del Sacramento 1678 – 1778
Walter Rela

Revista
2009
 
Actas virtuais do 6° Seminário Regional de Cidades Fortificadas e 1° Encontro Técnico de Gestores de Fortificações
Universidade Federal de Santa Catarina

Anais
2010
 
Bateria de la Rivera
Alicia Beatriz Otero Mera

Artigo
2010
 
Conservación y exposición en las Fortificaciones dependientes del Departamento de Estudios Históricos del Estado Mayor del Ejército Uruguaio
José María Olivero Orecchia

Artigo
2010
 
El sistema de Fortificaciones en la Banda Oriental: Montevideo, Santa Teresa, San Miguel y Santa Tecla: 1762-1777
Juan Carlos Luzuriaga

Artigo
2010
 
La conservación de las fortificaciones sobrevivientes del período hispano en el ambito del departamento de estúdios históricos del estado mayor del ejercito
José María Olivero Orecchia

Artigo
2006
 
Campañas de Cevallos y fortificaciones, 1762-1777
Juan Carlos Luzuriaga

Artigo
2008
 
La arquitectura militar y las tendencias estilísticas neoclásicas en la Banda Oriental
Ana Codina Álvarez

Artigo
2008
 
Algunas perspectivas de nuevos enfoques en el estudio de las fortificaciones
Ruben Alvarez Massini

Artigo
2008
 
La Fortaleza del Cerro de Montevideo, un Viaje por la Historia, el Patrimonio y la Identidad Nacional
José María Olivero Orecchia

Artigo
2009
 
Arqueología militar
Marcelo Díaz Buschiazzo

Artigo
2010
 
As Defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro em 1786.
Mário Mendonça de Oliveira
Roberto Tonera

Livro
2015
 
Exposição histórico-jurídica por parte do Estado de Santa Catharina sobre a questão de limites com o Estado do Paraná
Manoel da Silva Mafra

Livro
2002
 
Efemérides Catarinenses (1500-1910)
Lucas Alexandre Boiteux

Artigo
1920
 
Origem, criação e serviços dos regimento até o ano de 1810
Manoel Joaquim de Almeida Coelho

Capítulo
2005
 
Cópias de algumas comunicações oficiais relativas ao Forte de Santa Teresa, tomada do mesmo, e invasão do Rio Grande de São Pedro em 1763 extraídas do Arquivo Público pelo sócio o Sr. A. A. P. Coruja.
A.A.P. Coruja

Artigo
1858
 
Fronteiras do Brasil no Regime Colonial
José Carlos de Macedo Soares

Livro
1939
 
Las biografías de algunos ingenieros militares de la Banda Oriental
José María Olivero Orecchia
Ruben Alvarez Massini
Alicia Beatriz Otero Mera

Catálogo
2014
 
Archivo Gráfico del Doctor Don Carlos Travieso

Documento Impresso
1976
 
Arqueologia das fortificações: perspectivas
Fernanda Codevilla Soares

Livro
2015
 
Museos Militares
Exército Nacional do Uruguai

Folder
 
O Banco de Dados Internacional Sobre Fortificações e o sistema fortificado luso-espanhol na fronteira sul do Brasil no século XVIII
Roberto Tonera

Artigo - Revista
2015
 
As fortificações no Sul do Brasil e a sua documentação no Banco de Dados Internacional sobre Fortificações: www.fortalezas.org
Roberto Tonera

Capítulo
2015
 
Dimensión Antropológica

Revista
2016
 
Las fortificaciones en Brasil
Roberto Tonera

Artigo - Revista
2016
 
Fortificaciones, historia, conservación y patrimonio. El ejemplo de la experiencia latinoamericana
José María Olivero Orecchia

Artigo - Revista
2016
 
Patrimonio e historia, las fortificaciones en la Banda Oriental del Uruguay en la confrontación de imperios
Ruben Alvarez Massini
Alicia Beatriz Otero Mera

Artigo - Revista
2016
 
A engenharia do medo
Adler Homero Fonseca de Castro

Artigo - Revista
2006
 

 Imprimir Bibliografias relacionadas



Links relacionados 

Fortaleza de Santa Teresa
Site dos Engenheiros Militares do Uruguai que aborda a história da Fortaleza de Santa Teresa, no Uruguai. A página está em espanhol e contém imagens.

http://www.ingenierosmilitares.org.uy/fortificaciones/forti3.htm
Parque Nacional Santa Teresa
Site do Parque Nacional Santa Teresa, localizado em Rocha, Uruguai, onde se localiza a Fortaleza de Santa Teresa.

http://www.turismo.gub.uy/santateresa/index.htm
Forte de Santa Teresa
Website turístico uruguaio (textos em espanhol) que, entre outras informações, apresenta um pequno álbum fotográfico sobre a Fortaleza de Santa Teresa.

http://www.destinorocha.com/galeria.de.fotos/santa.teresa.html
Fortaleza de Santa Teresa e o Forte de São Miguel
Site da Universidade Federal de Pelotas, com imagens da Fortaleza de Santa Teresa e do Forte de São Miguel, no Uruguai.

http://www.ufpel.edu.br/ich/lacea/fotosuruguai.htm
Forte de São Miguel e Fortaleza de Santa Teresa
O site aborda a história do Forte de São Miguel e da Fortaleza de Santa Teresa, no Uruguai. O site está em espanhol.

http://letras-uruguay.espaciolatino.com/varese/parques.htm
Tratado de Santo Ildefonso (1777)
Tratado preliminar sobre os limites dos estados pertencentes às Coroas de Espanha e Portugal na América Meridional, assinado em 1 de outubro de 1777.

https://es.wikisource.org/wiki/Tratado_de_San_Ildefonso_entre_Espa%C3%...
Museu Militar das Fortalezas de General Artigas, Santa Teresa e São Miguel
Site do Departamento de Estudos Históricos do Estado Maior do Exército do Uruguai, com links dos museus das Fortalezas de General Artigas, Santa Teresa e São Miguel.

http://www.ejercito.mil.uy/cge/dptoeehh/1museos.htm
Fortaleza de Santa Teresa
Website do Parque Nacional Santa Teresa, versando sobre a Fortaleza de Santa Teresa, que se localiza na cidade de Chuy, no Uruguai.

http://www.turismo.gub.uy/santateresa/historia.htm
Fortaleza de Santa Teresa
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre a Fortaleza de Santa Teresa, que se localiza na atual cidade de Castillos, Departamento de Rocha, no Uruguai.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Fortaleza_de_Santa_Teresa
Tratado de El Pardo (1778)
TRATADO DE EL PARDO DE II DE MARÇO DE 1778 ENTRE ESPANHA E PORTUGAL AJUSTADO ENTRE O MUITO PODEROSO D. CARLOS III, REI DA ESPANHA E DAS ÍNDIAS E A MUITO PODEROSA DONA MARIA, RAINHA DE PORTUGAL, ETC., EM EL PARDO A 11 DE MARÇO DE 1778 E RATIFICADO NO MESMO SITIO DEL PARDO EM 24 DEL MESMO MÊS E ANO.

https://es.wikisource.org/wiki/Tratado_de_El_Pardo_(1778)

 Imprimir Links relacionados



Verbetes relacionados 

Guarita

 Imprimir Verbetes relacionados


  • Fortaleza de Santa Teresa

  • Forte de Santa Teresa

  • Fortaleza

  • 1762 (DC)

  • 1797 (DC)

  • Juan Bartolomé Howel

  • Pedro Antonio Cevallos Cortes y Calderon

  • Portugal


  • Restaurada e Bem Conservada
    Encontra-se bem conservada e restaurada pelo governo do Uruguai.

  • Outro: nos informe por e-mail
    Encontra-se bem conservada e restaurada pelo governo do Uruguai.

  • Exército Nacional do Uruguai

  • Exército Nacional do Uruguai

  • (598) 477 2101/02

  • sepae@ejercito.mil.uy

  • Museu histórico militar
    Abriga hoje um museu sobre a história da própria fortaleza e sobre o funcionamento de sua força militar no século XVIII.

  • ,00 m2

  • Continente : América do Sul
    País : Uruguai
    Estado/Província: Rocha
    Cidade: Chuy

    Localizada numa estreita faixa de terra entre o pântano e o mar, no Uruguai, a Fortaleza faz parte do Parque Nacional de Santa Teresa, no departamento de Rocha, entre os povoados de pescadores "Punta del Diablo" e o Balneário "La Coronilla". No Chuy, distante aproximadamente 300 Km de Montevidéu, no Uruguai, a pouco mais de 50 Km da divisa com o sul do Brasil.


  • Lat: 33 58' 22''S | Lon: 53 32' 56''W


  • Localizada entre os povoados de pescadores "Punta del Diablo" e o Balneário "La Coronilla", no Departamento de Rocha, Rota 9, Km 303, integra o Parque Nacional Santa Teresa.

  • Aberta à visitação. Pode ser visitada durante todos os dias, no verão, das 10:00 às 19:00h. No inverno, é necessário confirmar horário.



  • Primeiramente foi construída uma trincheira de terra e pau-a-pique e em seguida um forte.
    Recebeu um acabamento mais acurado devido à existência no local de pedras de granito.
    Santa Teresa é reedificada por Cevallos como uma fortificação de grande envergadura, com a forma de um pentágono irregular de 642 metros de perímetro, possuindo cinco baluartes, e sendo erguida em pedra lavrada. Recebeu um acabamento mais acurado devido à existência no local de pedras de granito.

  • O processo de restauração definitiva da fortaleza, bem como do parque ambiental que a envolve, toma impulso em 1927, a cargo da Comissão Restauradora, formada pelos arquitetos Baldomir e Capurro, e pelo historiador Horácio Arredondo.




Imprimir o conteúdo


Cadastre o seu e-mail para receber novidades sobre este projeto


Fortalezas.org > Fortificação > Fortaleza de Santa Teresa