Fortaleza de Terezín

Ústí nad Labem, Ústí nad Labem - Czech Republic

A fortaleza de Terezín também referida como "Fortaleza de Theresienstadt ", localizava-se na região noroeste da Boêmia, integrante do Sacro Império Romano Germânico, em território da atual República Tcheca. Foi construída por ordem de José II, Imperador do Sacro Império Romano-Germânico (1765-1790) entre 1780 e 1790. Recebeu o seu nome em homenagem à mãe do Imperador, Maria Teresa da Áustria, que reinou como co-regente entre 1740-1780.

Diz-se que na sua construção foram empregados 14 mil trabalhadores, sendo que as obras principais foram finalizadas em quatro anos, utilizando as mais avançadas técnicas de engenharia da época. Em 1784, quando boa parte da fortaleza encontrava-se construída, Terezín já representava a maior fortaleza nas terras dos Habsburgo. A fortaleza foi projetada para ser uma cidade fortificada, abrigando dentro de suas muralhas acomodações para os soldados e suas famílias, entre outros civis. Ao lado da fortaleza havia uma construção menor que servia de prisão militar.

Ao final do século XVIII a estrutura encontrava-se obsoleta para fins estratégicos. Desse modo, no século XIX as suas dependências foram utilizadas como prisão militar e política.

No contexto da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) recebeu o seu mais famoso prisioneiro, Gavrilo Princip, o assassino do Arquiduque austríaco Francisco Fernando (Franz Ferdinand) e de sua esposa Sofia Chotek (18 de junho de 1914), fato que conduziu ao conflito mundial. Princip morreu na cela número 1, de tuberculose, em 28 de abril de 1918.  Os jovens envolvidos no assassinato, junto com Princip, também foram sentenciados a cumprir pena na fortificação. Eles escaparam da pena de morte por não terem à época 20 anos de idade. Além de alguns presos dessa fortaleza terem morrido de causas diversas, outros foram torturados e alguns perderam a sanidade mental.

No contexto da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), em 10 de junho de 1940 a Gestapo tomou o controle da antiga fortificação e manteve-a como prisão. No ano seguinte (1941), em 24 de novembro, a cidade de Theresienstadt foi transformada num gueto murado, mostrado pelo regime Nazi como um modelo de assentamento de judeus.

Os nazistas usaram-na para fins ainda mais cruéis. A pequena fortaleza, que sob a ocupação nazista trazia o placa com os dizeres " Arbeit Macht Frei" (O Trabalho Liberta), oferecia condições tão ruins quanto os demais campos de concentração. Para boa parte das dezenas de milhares de homens e mulheres ali presos, a fortaleza era apenas uma parada intermediária antes de serem enviados para alguns dos campos localizados no território do reich alemão, como por exemplo, o campo de extermínio de Auschwitz.

Atualmente, a Fortaleza de Terezín é um museu, bem como um espaço para apresentações artístico-culturais. O visitante pode ver as grandes celas projetadas pelos nazistas, um cemitério onde estão enterrados milhares de prisioneiros políticos, bem como um museu judaico com uma exposição permanente sobre a história do gueto, juntamente com documentários e um filme de propaganda do antigo regime nazista alemão.

 



 Related character

José II
Austria
 

 Print the Related character

Contribution

Updated at 23/08/2013 by the tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Jefté).

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Fortaleza de Terezín

  • Fortaleza de Theresienstadt

  • Fortress

  • 1780 (AC)

  • 1784 (AC)


  • José II

  • Czech Republic


  • Restored and Well Conserved






  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Czech Republic
    State/Province: Ústí nad Labem
    City: Ústí nad Labem



  • Lat: 50 -31' 11''N | Lon: 14 -10' 6''E










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fortaleza de Terezín