David José Martins (David Canabarro)

Brazil

Militar brasileiro, filho de José Martins Coelho (de pais açorianos) e Dona Mariana Inácia de Jesus, natural de Santa Cataria, nasceu em Taquari, Província do Rio Grande do Sul, em 22 de agosto de 1796.

Iniciou na carreira militar seguindo seu irmão mais velho, já então com 18 anos, na Campanha da Cisplatina (1811 – 1812). Entretanto, o auxílio prestado por David, nas lidas campeiras do pai, era de muita preciosidade. Reconhecendo tal fato, pediu licença ao pai para que seguisse ao lugar do irmão.

David José Martins se apresentou às forças do nobre Dom Diogo de Sousa, Conde de Rio Pardo. Terminada a campanha, promovido a alferes, cargo na época de grande excepcionalidade, regressa ao lar, mas em seguida volta para combater o militar uruguaio Artigas (l8l6/1820).

Anos mais tarde, vemo-lo tenente das forças de Bento Gonçalves da Silva na campanha de 1825-1828, que culminou com o tratado de paz de agosto de 1828 e a independência do Uruguai. Lá, teve papel preponderante na batalha de Rincón de las Gallinas, salvando o Exército Brasileiro de completo desbarato (24 de Setembro de 1825), o que lhe valeu os galões de tenente efetivo do Exército Nacional.
Na 21° Brigada de Cavalaria Ligeira, comandada por Bento Gonçalves da Silva, assistiu à batalha do Passo do Rosário, obrando prodígios de valor e de audácia, diz um cronista.
Cessada a guerra, volta-se para as atividades agrárias, mas desta vez associado ao tio Antônio Ferreira Canabarro, na estância fronteiriça de Santana do Livramento. Adotou aí, por insistência do tio, o nome David Canabarro.

Em 1839, agora participante da Guerra dos Farrapos ou Guerra Farroupilha, luta ao lado dos republicanos que pretendiam a independência da Província Riograndense.  No dia 14 de julho, ataca com seu exército a cidade de Laguna (ao lado de outros líderes revolucionários republicanos como Garibaldi e o norte-americano John Griggs conhecido como João Grandão), tomando dia 29 deste mês a cidade e proclamando a República Catarinenses ou Juliana. Mais tarde, em 15 de novembro de 1839, David Canabarro é expulso pelas forças imperialistas do governo de Floriano Peixoto.
Como chefe dos revoltosos, aceitou a anistia oferecida pelo governo em 18 de dezembro de 1844, através do Duque de Caxias, chamado "O pacificador". Enquanto as negociações prosseguiam, Canabarro recebeu uma proposta de Juan Manuel de Rosas, governante argentino, que pretendia ampliar as fronteiras de seu país. Em troca da colaboração farroupilha, ele receberia ajuda argentina para continuar a batalha contra o império. Canabarro respondeu através de carta, onde afirmava sua fidelidade ao país, mesmo que este fosse monarquista e ele republicano.

Não querendo se entregar, David Canabarro reuniria ainda todo o restante de seu exército, cerca de 1.000 homens, e atacaria Encruzilhada a 7 de dezembro de 1844, tomando-a e mostrando assim que a sua intenção não era entregar-se.
Seu fracasso então veio com a derrota nos combates de Ponche Verde e Porongos, perdendo seu exercito, porém, não seu honroso posto militar, permanecendo assim até depois do tratado de paz.

Encerradas as negociações em 25 de fevereiro de 1845, ficou estabelecido que os republicanos indicariam o próximo presidente da província, o governo imperial responderia pela dívida pública do governo republicano, os oficiais do exército rebelde que desejassem passariam ao exército imperial com os mesmos postos e os prisioneiros farroupilhas seriam anistiados.

Fora da Guerra dos Farrapos, ainda fez a campanha Platina de 1851 a 1852 contra Oribe e Rosas e dirigiu as operações contra o exército paraguaio na fronteira do Uruguai, até a chegada do general a Porto Alegre, recebendo a condecoração de Caxias de coronel comandante da 4ª divisão da campanha.

Faleceu na sua estância de Santana do Livramento em 12 de outubro de 1967.

Fonte:
David Canabarro. In: Wikipédia: a enciclopédia livre. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/David_Canabarro> Acesso em 8 de abril de 2008
Biografia do Patrono David Canabarro. In: Prefeitura Municipal de David Canabarro - RS. Disponível em : <http://www.davidcanabarro.rs.gov.br/historico.php> Acesso em 8 de abril de 2008
Guerra dos Farrapos. In: Wikipédia: a enciclopédia livre. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Farrapos> Acesso em 8 de abril de 2008

Contribution

Updated at 14/11/2008 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Bernardo).




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > David José Martins (David Canabarro)