João de Castro

Portugal

D. João de Castro (1500-1548) foi um militar e administrador colonial português no Oriente. Exerceu os cargos de 13.º governador e 4.º vice-rei do Estado Português na Índia.

Em 1518, ainda moço de D. Manuel I, partiu para Tânger, adoptando a carreira das armas e chegando a auxiliar o imperador Carlos V na conquista de Tunes.

De volta a Portugal, estudou com o cosmógrafo e matemático Pedro Nunes, para partir novamente para a Índia, em 1538, na armada de seu cunhado, o vice-rei D. Garcia de Noronha. Foi da experiência desta viagem e das expedições portuguesas na costa oriental africana que resultaram os seus “Roteiros” (de Lisboa para Goa, da costa da Índia e da viagem ao mar Vermelho), de grande valor para o conhecimento geográfico da época.

Regressado a Portugal em 1542, foi nomeado governador de Índia em 1545, exercendo eficaz actuação no controlo militar da região, reconquistando a Fortaleza de Diu (1546), e consolidando as posições portuguesas nas costas de Cambaia. Em 1548 recebeu o título de vice-rei, mas faleceu poucas semanas depois, arruinado e debilitado pelas lutas travadas. Para além da sua actividade de militar e da elaboração dos “Roteiros”, D. João de Castro distinguiu-se pelos seus precursores estudos sobre o magnetismo terrestre.

Contribution

Updated at 29/06/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > João de Castro