http://www.fortalezas.org
Castle of Feira

, -

 




Adarve
Adarve é um muro de fortaleza, sobre o qual se levantam ameias ou caminho estreito sobre os muros das fortalezas.
Ameia
Ameias são aberturas intervaladas nos parapeitos das muralhas de fortificações, castelos ou outras estruturas defensivas, por onde os defensores podiam visar o inimigo.
Barbacã
Barbacã é um muro avançado, de origem medieval construído na frente de uma muralha e mais baixo do que ela com a função de defesa do fosso da fortificação, onde era oferecida a primeira resistência ao agressor; pode ser também um volume de pedra ou terra construido na frente da porta de entrada de uma fortificação para protegê-la de receber um disparo direto do inimigo (um tiro de "enfiada"), como ocorre na Fortaleza de Santo Antônio de Ratones; antemuro;.fresta ou seteira em muralhas, muros ou paredes de fortificações, utilizado por vigias e atiradores.
Castelo
Castelo é uma residência senhorial fortificada; fortaleza com barbacã, fosso, muralha, torres, etc; lugar de defesa; construção elevada. A parte mais elevada no convés do navio, podendo ser de popa ou proa.
Cisterna
Cisterna é um reservatório de águas pluviais subterrâneo. Poço estreito; algibe, cacimba.
Foso
Foso es la zanja, de dimensiones variables, que rodea una fortificación. Habitualmente son los llamados fosos secos, por no contener agua.
Menagem
Menagem é um prisão em sítio franco, sob palavra do prisioneiro. Principal torre dos castelos medievais.
Muralha
Muralha é um muro de pedra ou terra rodeando um castelo, fortaleza ou cidade fortificada, e sobre o qual era levantado o parapeito e usada para fins de defesa.
Pirobalística
Pirobalística é um processo de tiro em que se utiliza, como força propulsora dos projéteis, os gases resultantes da explosão da pólvora. Arte de calcular o alcance das armas de fogo.
Tenalha
Tenalha é uma pequena obra, parte integrande de uma fortificação, composta por dois muros que dormam pelo exterior um ângulo reentrante.
Tronera
Troneira é a abertura no parapeito da muralha onde se alojam os canhões e por onde se disparam essas e outras armas. Se apresenta geralmente na forma de uma sequência de intervalos dentados (ameias), constituída de cheios e vazios, de modo que a peça e seus servidores estejam protegidos pelas partes cheias do parapeito, denominadas merlões.





Contribution

Updated at 11/04/2020 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (20).